Diferença entre modelos de Viscosímetros Brookfield


   Dependendo das características reológicas dos produtos em questão (newtonianos ou não newtonianos) a viscosidade de fluidos pode variar drasticamente, de composto para composto. De um material muito fluido, como a água, até compostos com alta porcentagem de sólidos, pode-se variar de 1 a centenas de milhões de centipoise.
   Como não existe um único equipamento capaz de medir tamanha faixa, a Brookfield dividiu esta enorme amplitude em quatro faixas de viscosidade, criando as séries de viscosímetros LV, RV, HA e HB:

LV = Low Viscosity    Faixa:  15 a 2 milhões de centipoise;
RV = Regular Viscosity      Faixa:  100 até 40 milhões de centipoise;
HA = High Viscosity A        Faixa:  200 até 80 milhões de centipoise;
HB = High Viscosity B        Faixa:  800 até 320 milhões de centipoise.

  As designações LV, RV, HA e HB referem-se aos torques de mola dos viscosímetros.  O viscosímetro Brookfield mede torque, que é a capacidade de deflexão de sua mola interna.
  Além da mola, os sensores de cisalhamento (spindles) são diferentes em tamanho e área superficial, sendo que as velocidades rotacionais também divergem entre si.
  Em suma, apesar de serem equipamentos do mesmo fabricante, as condições de medida são diferentes de um modelo para o outro.
  Resultados de viscosidade de um produto, medidos com viscosímetros de modelos distintos não podem ser comparados, pois o mesmo produto foi medido em condições diferentes de cisalhamento.
  Para solucionar o problema, deve-se medir produtos nas mesmas condições, ou seja: mesmo tipo de viscosímetro, com o mesmo sensor rotacionando na mesma velocidade.

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima
Anônimo
30 de maio de 2017 15:32

Olá!

Gostaria de saber se é possível medir a viscosidade de soluções de ácido fórmico utilizando o viscosimetro Brookfield modelo DVII. Se sim, qual o spindle adequado?

Obrgado!

Resposta
avatar